Para desfrutar de todas as características de Fungipedia, você deve criar uma conta. Clique no botão para iniciar o processo de criação da conta.

Boletus fragrans

Vittad.

Informações adicionais:

  • Nomes comuns: Boleto fragante.
  • Sinônimo: Tubiporus fragrans (Vittad.) Ricken

Taxonomia:

  • Divisão: Basidiomycota
  • Subdivisão: Basidiomycotina
  • Classe: Homobasidiomycetes
  • Subclasse: Agaricomycetidae
  • Ordem: Boletales
  • Família: Boletaceae
Boletus fragrans - buen comestible

Características macroscópicas

Características:

Chapéu de aspecto carnudo que pode chegar a alcançar um diâmetro de 15 cm, com forma hemisférica numa primeira etapa, depois convexo e finalmente plano-convexo. A sua superfície é de cor castanha, pudendo ser castanho-escuro em alguns exemplares e tende a ter tonalidade avermelhada em outros. Cutícula aveludada nos exemplares jovens que com o tempo passa a ficar lisa e sem pilosidades, de aspecto seco e mate inclusive com a chuva. A margem é excedente e envolvente em todos os indivíduos mais jovens, sendo mais ondulado com a maturidade

Tubos adnatos ou sub-livres de cor amarelo que tornam-se mais cor de verde-oliva com a maturidade, azulam ao ser pressionados e são bastante curtos.

Poros redondos, pequenos e bastante iguais, de cor amarelo em jovem com a velhice abrindo-se e ficando cor de azeitona ou castanha oliva já em muita maturidade. Tornam-se azuis ao ser pressionados como os tubos.

proporcional ou mais curto que o chapéu, cilíndrico ou fusiforme, engrossando na zona central até a base. Tem uma cor amarelada de fundo que é mais claro na zona superior, já que o resto pode ser castanho avermelhado ou claramente castanho.

Carne espessa e consistente de cor branca no chapéu, amarelo claro no pé, azula ao toque com intensidade variável. Tem um odor aromático agradável e um sabor ácido.

Habitat:

É uma espécie rara, sobretudo em todas as regiões a norte da península ibérica, no entanto a sul é bastante frequente. Frutifica em bosque de carvalhos. É sobretudo Outonal no entanto não excluindo a opção de aparecer noutras épocas do ano.

Observações:

Trata-se de um Boletus comestível cujo sabor é diferente dos Boletus tradicionais sendo mais ácidos que estes. Constitui uma espécie tipo da secção Fragantes dentro do seu género, a mesma secção pertencente ao Boletus spretus = Boletus aemilli, espécie similar mas com a cutícula de cor vermelho ou rosa. Pode confundir-se com o Boletus badius devido ao seu tom azulado quando é cortado.

Navegue entre as diferentes espécies: « Boletus erythropus Boletus lupinus »