Para desfrutar de todas as características de Fungipedia, você deve criar uma conta. Clique no botão para iniciar o processo de criação da conta.

Clitocybe rivulosa

(Pers.) P. Kumm.

Informações adicionais:

  • Nomes comuns: Clitocibe branco.
  • Sinônimo: Clitocybe dealbata var rivulosa (Pers.) P. Kumm.

Taxonomia:

  • Divisão: Basidiomycota
  • Subdivisão: Basidiomycotina
  • Classe: Homobasidiomycetes
  • Subclasse: Agaricomycetidae
  • Ordem: Tricholomatales
  • Família: Tricholomataceae
Clitocybe rivulosa - toxica

Características macroscópicas

Características:

Chapéu de tamanho pequeno, normalmente chega aos 5 cm de diâmetro. De forma convexa em jovem mas logo adopta um forma plana, no final deprimi-se. É de cor branca mas pode ficar avermelhada de maneira irregular. A superfície está coberta de escamas brancas, que ao secar partem-se. Nos espécimes jovens a margem está incurvada depois tornando-se ondulada irregular, sendo bastante fina.

Lâminas adnatas ou ligeiramente decorrentes, bastante apertadas. De cor branca mas tinjidas de vermelho, não sendo habitual.

geralmente curto e na maioria curvado, cheio e tenaz, com um tomento branco na base. É de cor branca no entanto pode-se sujar ficando com um tom ocre rosáceo.

Carne tenaz e pouco espessa de cor branca, ou rosada em baixo da cutícula. De sabor doce e suave, odor fungico pouco notório.

Habitat:

Frutifica no Outono, formando "aneís" sendo estes sempre agrupados. Em lugares abertos, em zonas herbosas mas também em pinhais. Uma espécie que considera-se frequente.

Observações:

Pertence ao grande grupo dos Clitocybes tóxicos, com um alto teor de muscarina. Não confundir com o Clitopilus prunulus ou molinera, excelente comestível de aspecto muito parecido mas cuja carne é frágil, não tenaz, esporada rosa e não branca. Existem outras espécies de Clitocybes brancos, todos eles tóxico, como o Clitocybe candicans ou Clitocybe phyllophila.

Navegue entre as diferentes espécies: « Clitocybe phyllophila Clitopilus prunulus »